Rádio Web Mais Futebol Goiano

Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Veja como errou no departamento de futebol o Vila Nova em 2017

Muitos torcedores do Vila Nova, acreditam que o clube fez uma boa temporada em 2017, voltou a jogar uma Copa do Brasil, decidiu um Campeonato Goiano e esteve muito perto do acesso  para a sonhada Série A em 2018,
mas alguns erros graves  da Diretoria de Futebol,  fez com o que o ano do Tigrão não fosse melhor ainda.

Os erros foram cometidos, foram  várias contratações sem critérios, o Blog Mais Futebol Goiano fez um levantamento  , veja alguns números:

Contratou quatro goleiros Mateus Kaiser, Elison, Wendell, Luis  Carlos que gerou um custo  em torno de 70 mil reais mensais, desprestigiando os garotos da base Gabriel e Léo que não chega a 5 mil o custos dos dois goleiros.

Zagueiros que tiveram poucas atuações, Heitor, Alisson Brand, Halison que tiveram um  custo em torno de 35 mil reais mensais, emprestando  jovens promessas como Luizão  e não dando oportunidade para o Nicolas, custo desses dois jogadores chega a 3 mil reais.

E os erros não param vamos para o meio campo, Billy, Marcos Serrato, Fernando Medeiros, Claudinei e Jajá,  tinha um custo em torno de 100 mil reais, enquanto que Lucão, Batata e Albano não chega a 6 mil reais, além de liberarem Alexandre Vecci, grande promessa da base do Vila Nova.

Nas laterais, Anderson Luiz, Léo Rodrigues, Mateus Miiller, quase 60 mil de custo e não aproveitou Patrick que tinha salário de 6 mil reais.

Do meio para frente  o Vila Nova teve, Rodrigo Alves, Moraes Júnior, Jenison, Marcelinho, Vinicius Leite, Tiago Adan, Stefano Yuri, Wallyson, Ruan e Lourency que juntos tinha um custo de mais de 200 mil reais, apenas Wallyson marcou gol, Marcos Paulo que chegou a marcar na Série B, foi misteriosamente afastado  do time depois da chegada de Jenison. Garotos como Roger, Albano não tiveram nenhuma oportunidade na equipe principal.

Jogadores contratado que  mostraram um bom futebol, Wesley Matos, Alemão, Gaston, Alipio, Alan Mineiro, Luiz Carlos, se teve mais erros que acertos.

Um time que teve uma receita superior a 15 milhões, não pode cometer erros crassos  como esses, portanto o trabalho  no departamento de futebol do Vila Nova, não foi tão bom como se pensa, precisando ser melhorado  para 2018.


2 comentários:

Unknown disse...

Corneteiro do carvalho

Unknown disse...

planeijamento com antecipação.Rastriar atletas com com tempo suficiente para analizar as condições tecnicas e extra campos depois entrar em negociações.

Curta nossa Fan Page

Arquivo do blog

Sou um Apaixonado por Futebol