Rádio Web Mais Futebol Goiano

Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Porque um ex-Idolo Fracassa como Dirigente, no clube que o projetou ?

Com a saída de Harlei Menezes da Gerência de Futebol do Goiás,  voltamos a nos perguntar, Porquê um ex-idolo  costuma fracassar no clube que o projetou ?

Exemplos é o que não nos falta, vejamos aqui mesmo em nosso Futebol Goiano, o ex atacante Roni assumiu o Vila Nova, logo após um fracasso no estadual, com a missão de fazer uma reviravolta no comando do Futebol do clube, e o que aconteceu? um novo rebaixamento do Vila Nova.

Deixando a história do jogador Roni, manchada perante os torcedores do Vila Nova, este mesmo  Roni que em 2010, comandou uma arrancada do time para se livrar do rebaixamento para a Série C na última rodada, diante do São Caetano.

Agora temos o exemplo de Harlei, ídolo esmeraldino jogando  por 15 anos como titular do gol do Goiás, assim que parou  de jogar futebol, assumiu a Gerência de Futebol do clube, que o tornou ídolo, e chega no final do ano com um rebaixamento, uma eliminação na Copa do Brasil e Sul Americana, por clubes que não possuem nem Divisão no cenário nacional.

Outro  exemplo que temos é Roberto Dinaminte, assumiu a presidência do Vasco da Gama, e acumulou dois rebaixamento na história do clube.

O que faltou a estes gestores? conhecer melhor o trabalho que iriam fazer? ter se preparado mais, antes de assumir um cargo de tamanha responsabilidade? Faltou qualificação? Fica esta pergunta no ar .

Peguem o exemplo de Edu Gaspar, gestor do Corinthians, assim que terminou sua carreira, foi estudar, pesquisar, se qualificar, para depois sim assumir um cargo de tamanha envergadura, e conseguir o sucesso que esta conseguindo.

Que estes tipos de erros não voltem acontecer, principalmente em nosso Futebol Goiano.

Cleber França

Nenhum comentário:

Curta nossa Fan Page

Arquivo do blog

Sou um Apaixonado por Futebol